Diário de Bordo de um gajo que não consegue parar de escrever coisas sem jeito

Começa a aparecer Sol na minha cabeça...

Mesmo quando o Sol desaparece novamente, a Lua surge em toda a sua capacidade. Alivia saber que ou um ou outro aparece para iluminar caminhos e perspectivas...

 

Pego na minha viola... Solto os meus acordes principais.... Toco, canto, escrevo, sonho. Imagino bares escuros, com pessoas que não me conhecem. Ou então, desenho na minha cabeça a imagem de pessoas amigas que apoiam os sonhos, sejam eles bons ou maus de se ouvir.

 

Desenho no meu espírito conquistas, salas cheias, assinaturas de CD's, sessões de autógrafos do livro.

Desenho histórias na minha mente que preciso transpor para um papel algures perdido lá em casa.

Desenho vitórias limpas, e decisivas para o meu bem-estar.

Desenho amor e carícias e prazer sem travagens bruscas.

Desenho dores que supero, dores que ignoro, dores que quase se tornam físicas.

Desenho...

 

Simplesmente desenho...

 

E passo para a realidade o que apenas a minha imaginação teve coragem de desenhar...

 

Paz e Luz

Post por Sou_Assim às 09:24 | link do post

É tipo...

Tá-se bem, tão a ver? lol

 

Desde quinta-feira que ando muito alegre, energético, sentindo-me imparável...

Comecei a ensaiar as minhas músicas...

Vejo os resultados do ginásio...

Estou com a família numa boa...

Vejo os meus amigos e amigas...

Escrevo (pouco, mas escrevo)...

Sonho acordado com os meus projectos a correrem bem...

Não me deixo vencer pela saudade e vivo um dia de cada vez...

Tou bem, pronto!

 

Se há coisa que eu quero mesmo, é que este estado de graça se mantenha, e não apareça nada que foda isto, porque me está a saber bué bem!

 

(Suspiro).... Man, do I feel GOOD!!!!:)

 

Paz e Amor, gente!

Post por Sou_Assim às 14:41 | link do post

Já vos aconteceu, irem a um sítio especial, e saírem completamente renovados?

 

Na quinta-feira passada, a mim aconteceu-me isso... Foi um dia espetacular... Completamente... Fartei-me de andar de carro, fui combinar concertos, estive com amigos, só cheguei a casa às 03.00 da matina, e com uma série de certezas que antes não tinha. Ou pelo menos, se as tinha, estavam adormecidas.

 

Não é fácil, manter esta "alegria" relativa... Custa manter, porque todos temos momentos que estragam o que atingimos. De qualquer das formas, tenta-se. Tenta-se, simplesmente. Esforçamos-nos por não deixar que factores externos nos subjuguem e controlem. E por vezes é uma luta do piorio, mas alguns de nós conseguem vencer... Espero que eu seja uma dessas pessoas. Agora tou a ir no bom caminho, não há dúvida.

 

Espero ansiosamente uma notícia que me deixe descansado, para poder seguir com a minha vida de forma mais calma, e menos pensativa. Sem dúvida ajudava.

 

Mas vai tudo correr bem, é a única certeza que agora tenho.

 

Tenho a certeza que sim...

 

Paz e Luz para todos vós

Post por Sou_Assim às 15:55 | link do post

... que a vida consegue ser a coisinha mais complicada que há memória.

 

Ah e tal, grande novidade e tal, que eu vos tou a dar... Epá tá bem, mas hoje apeteceu-me reforçar esta ideia...

 

Rupturas, aproximações, dúvidas, desencontros, perguntas, desistências, conquistas, porrada, cura...

 

Foda-se cansei-me... Sério... Cansei-me mesmo... Pus tudo em causa, pensei em tudo e todos. Pensei nos meus pais, nos meus avós, nos meus amigos, nas minhas amigas, nas minhas ex, na última aventura amorosa (que... oh! surpresa! correu mal como a merda!)... E pensei pela primeira vez o seguinte: "como seria este mundo sem a minha presença? que iria mudar se eu desaparecesse?"...

 

Podem pensar que isto é estupidez acumulada, que o pobrezinho do rapaz está a sofrer por amor, e tá tão tontinho que até a ideia de "desaparecer" lhe veio à cabeça... Sinceramente? tou-me a cagar pra que possam pensar sobre a origem destes pensamentos terminais...

Nem aqui eu devo qualquer tipo de satisfação, nem a ninguém... Mas (ainda mais) sinceramente, o acumular de situações, relacionadas com tudo e com nada, levou-me a considerar tamanha hipótese de mandar um tiro no escuro, e deixar esta depressão de uma vez por todas. E admitamos: nada é mais terminal que a própria morte...

 

No meio dos meus pensamentos, de como porquê quando etc..., haviam imagens que me percorreram a mente de forma seguida, rápida, e sem qualquer tipo de ordem específica... Passou-me o dia em que, com 4 aninhos, caí pelas escadas abaixo, no antigo prédio onde os meus pais (quando ainda estavam juntos) moravam, vestido com um pijama amarelo. Que valente tralho, meu Deus... Ou do meu primeiro beijo, num retiro da catequese, com a minha amiga Odete, que era só um pedaço de mau caminho (coisa que ainda hoje é). Ou a primeira vez que toquei guitarra com gente a ver, na minha sala, com aquela decoração de quem ainda não tinha dinheiro para comprar móveis. Ou de quando era caloiro, no dia em que vencemos a competição entre escolas, e me levantaram ao ar no meio da comemoração. Ou quando beijei a A. pela primeira vez no meu dia de anos. Ou quando soube que tinha acabado o curso, e era licenciado. Ou quando a minha mãe chorou na véspera de eu ir morar sozinho. Ou quando o meu pai me deu a maior descasca da minha vida, por eu pensar que ainda não tinha feito nada da minha vida, levando a que ele descrevesse em pormenor todas as minhas conquistas, desde o dia em que entrei na faculdade. Ou de quando ganhei o meu primeiro prémio de Melhor Porta-Estandarte, num Festival de Tunas, em Leiria. Ou da primeira vez que andei de avião. Ou de quando passei 10 dias em Ibiza... E muitos, muitos, muitos mais momentos...

 

Ou de quando, ela se foi embora da minha vida...

Ou de quando a frase "já não sinto o mesmo que sentia, nem de perto nem de longe" ouvida tão recentemente...

Ou de quando a M. me liga assustadíssima e me pergunta "mas que tu tens, querido?"...

Ou de quando as lágrimas me correram pela cara quando ela um dia voltou...

Ou de quando sonhei que tinha caído num precipício depois de fugir assustado de um carro...

Ou de quando disseram à minha mãe que no dia em que me sentasse para guiar uma mota, nesse mesmo dia eu iria morrer, e sempre ter crescido com aversão a motas...

 

Pudessem vocês ter horas para ler, iriam saber quase a minha vida toda. Mas nem eu tenho paxorra, nem vocês me conhecem de lado nenhum para saberem como foi a minha vida, com momentos tão altos quanto baixos, como o mais comum dos mortais. Mas para o mais comum dos mortais tou eu a cagar-me! porque a vida que interessa cuidar, cultivar, viver, preparar, sofrer, bater, chorar, rir, simplificar, arrasar, descomplicar, amassar, morrer, brigar, sorrir, vencer, alcançar... é a minha, e não a dos comuns mortais... Egoísta? ganhei esse direito de o ser... Não, não estou a descarregar, nem a cortar amarras com nada ou alguém... Também não estou a dizer que não me ralo com os meus amigos... Simplesmente estou a dizer que, mais que nunca, chegou a minha vez... Mais que nunca, tenho que me recuperar, levantar, encontrar formas de dar a volta.

 

Acho que, nunca como agora, estive tão perto de uma queda num precipício. E ao mesmo tempo estou tão longe, que nem 1000 passos chegariam para o atingir... E olhem que já estive a 10000000000000000000000000000 passos de lá... Só para terem a noção do quanto isto tem ido abaixo...

 

Meninas(os)... Isto não está fácil...

Foda-se... não está mesmo... Está a custar muito re-surgir... Está a ser extremamente complicado encontrar-me novamente...

Pela primeira vez em muitíssimo tempo, tenho medo... Medo de muita coisa, menos de uma: de mim... tenho tão presente que jamais me magoaria, que sei que era impossível cometer uma atrocidade dessas comigo próprio... Mas se as forças, um dia, me falharem, não saberei para onde me virar... Nem os Amigos, poderão aguentar o peso que eu sou, nesta fase... É complicado ver-mo-nos numa situação assim...

 

E eu a pensar que só os outros pensavam assim, ou sentiam assim... Afinal, não és imune, menino... Afinal, esse sorriso tão elogiado, consegue ser tão falso e amarelo quanto os sorrisos dos outros...

 

Não quero esconder mais, ou fazer teatro que está tudo bem... porque não está! Como poderia estar?... Impossível...

 

Será que o Sol que se esconde nestes dias, consegue fazer uma visita à minha mente? Será que haverá alguma coisa que eu leia, oiça, veja, que me mude o estado de Alma? Será que há aí alguém (neste meu mundo) que me consiga resgatar?

 

Não sei a resposta a nenhuma destas perguntas e a muitas mais que eu faço diariamente...

Nada posso prometer a não ser uma coisa: quando as coisas mudarem, serão os primeiros a saber... Quem mais poderia ser?...

 

Paz, Luz e muita Calma para todos Nós!

Post por Sou_Assim às 16:40 | link do post

... a ser insuportável este estado de espírito... Ando mesmo farto... E vou fazer algo em relação a isto... Nem que me foda todo, mas vou

Post por Sou_Assim às 10:40 | link do post

... estava eu a almoçar em casa, e mudei para o AXN, onde passava um episódio do "CSI - Nova Iorque".

Não seria mais que um normal episódio, a não ser um pequeno-grande detalhe: duas das personagens (ela por sinal, grávida) resolveram dar um salto... Um salto chamado "casamento".

 

Atenção que eu não me emociono nestas ocasiões. Para mim o casamento, enquanto instituição, é muito estranho, para não dizer falso. Não se pode dizer que seja para o resto da vida, embora as pessoas envolvidas (se estiverem a casar pelas razões certas: amor, etc) tenham para si que serão companheiras para o resto dos seus dias. E era bom que fosse sempre assim.

 

No meu caso, se nem os meus namoros consigo fazer com que funcionem (não estou a distribuir culpa, muito menos a dizer que sou uma merda em relações), como poderia eu fazer um casamento funcionar? Perguntas estúpidas, com respostas ainda mais valentes! Eu não vou responder nem tecer considerações; deixo isso para os meus comentadores/amigos da blogosfera...

 

O que é facto é que sou um eterno apaixonado por Amor. Amo estar apaixonado, Amo namorar, Amo fazer alguém feliz... Pena que isso não chegue, não é? Mas acho bem que não chegue, até. Tem que haver mais que compromisso, fidelidade, companheirismo, sexo, amor... Tudo misturado dá uma relação. Mas se calhar não fui feito para ser feliz neste campo. Talvez noutros; neste não. Ok, ainda não sou velho, tenho 31 anos, e as coisas e as esperanças não morrem aos 31 anos... Mas ao mesmo tempo... Já namorei várias vezes... Amei várias vezes... E perdi sempre... E ponho-me a pensar "tu não és feito para ser feliz com alguém... não tens culpa, ou até podes ter, não sabes, mas não foste feito para ser completo com outra pessoa... Viverás incompleto o resto dos teus dias, sem pena de ti próprio, apenas a constatar as coisas como elas são..."

 

E no momento que os ouvia dizer "Eu aceito", na série que via, correram por mim abaixo lágrimas... não se saudade, não de sofrimento por alguém, não por frustração... Mas sim por (naquele instante em que os via) me ter percorrido a ideia que nunca na vida iria passar pela sensação única de pensar, num casamento, que estaria com quem amava, para o resto dos meus dias, nem iria concretizar um outro desejo muito especial: ser pai...

 

Nem todos podemos concretizar os nossos sonhos mais especiais, é certo... Provavelmente, eu serei daqueles sorteados que não realizará o seu maior projecto de vida: fazer alguém feliz, e ser feliz com esse alguém...

 

Temos pena...

 

Paz, Pessoal

Post por Sou_Assim às 13:55 | link do post

... ver das condições da Foto-depilação....

Aqui o vosso amigo anda ca pancada de tirar os poucos pelos que tem nas costas (todas... todo o sítio das costas), e então lá foi o menino ver disso.

Em Santarém há um sítio com um preço até bastante atractivo (30€/sessão/zona), e já trouxe um papelinho para analisar a coisa, com mais atenção e tal...

Estou extraordinariamente inclinado para dar esse passo, pois não gosto mesmo nada de ver aqui estas penugens penduradas a tirar o resto da  (pouca) beleza corporal que tenho.

 

Primeiro as costas.... depois, quem sabe o peito... Não sei ainda, mas vou pensar no assunto... E pelo preço vale a pena pensar com atenção no assunto. Até vou perguntar se fazem o mesmo processo em certas zonas da face... Se é para ficar todo "corpinho Danone", então que seja os músculos e as pilosidades... Dass!

 

 

Então não? ;)

Post por Sou_Assim às 15:59 | link do post
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
comentários recentes
dias assim valem mesmo a pena... pessoas que nos d...
... pois não há dúvida! Dia fantástico, mesmo :)To...
Porque ela é uma besta :psó pode ser por issoBeijo...
Looooooool...O que eu me ri agora. Epa cheguei a l...
Sabes? Adoro a forma como dizes as coisas carinhos...
Tenta-se... ;)Jokas kerida
Parece-me bem, não faças é dos desenhos apenas ras...
:)Pensamento POSITIVO!!! :D
Sempre às ordens...Bjinho
Já fui...Quando era mais novo...Tempos idos...Obri...
favorito

Acordes

Posts mais comentados
5 comentários
4 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários